Bebê

Dentes bebe – Super guia completo

Sabia que fazer a higiene bucal para bebês é muito importante?

Isso mesmo. Cuidar dos dentes bebe é importantíssimo.

Alguns profissionais recomendam que a higiene seja realizada até mesmo se a criança ainda não tiver um dentinho.

Quer saber o porquê?

Continua com a gente neste artigo que te explico tudo.

Conteúdo

Seu bebê e dentição: tudo o que você precisa saber.

A aparência do primeiro dente do seu bebê é um marco importante em seu desenvolvimento, e provavelmente será visto compartilhando fotos com a família, amigos e qualquer outra pessoa que possa aparecer!

Infelizmente, a chegada nem sempre corre bem – pode ser um tempo de teste para você e seu bebê, pois inevitavelmente haverá algum desconforto, levando a mais noites sem dormir e comportamento desagradável.

Geralmente há alguns sinais de alerta de que um dente está a caminho, e isso pode incluir um aumento na salivação ou baba, uma tendência intensificada para o bebê morder brinquedos (ou mesmo pessoas!), Bochechas coradas e gengivas inchadas, e um mal-estar geral demonstrado por perda de apetite, dificuldade em dormir e irritabilidade.

bebê e sua dentição

Momentos iniciais – dentição

Muitos pais lhe dirão que a dentição é muitas vezes acompanhada de outros problemas, como dores de estômago ou constipações, embora a maioria dos médicos especialistas afirme que não existe conexão real e que crianças pequenas estão mais ou menos constantemente lutando contra um inseto ou outro. Qualquer sinal de doença aparecendo junto com a dentição provavelmente são apenas coincidências.

Sinais de chegada – dentição

A dentição geralmente começa por volta dos 6 meses, embora, como todas as coisas relacionadas a bebês e crianças, sua própria experiência possa variar. De fato, poucos bebês nascerão com um ou dois dentes, enquanto alguns podem não ver o primeiro dente emergir até o primeiro aniversário ou até mais tarde.

Sempre que começar, seu bebê normalmente terá um conjunto completo de dentes até o terceiro aniversário, e esses dentes de leite durarão até os seis anos, quando começarão a ser substituídos por dentes adultos.

Embora algumas crianças percorram todo o processo de dentição com pouca dificuldade, para outras pode ser uma provação real. Infelizmente não há nada que os pais possam fazer para acelerar o crescimento, mas há maneiras de aliviar um pouco o desconforto.

Aliviando a dor e o desconforto

O remédio mais tradicional para a dor da dentição é um anel de mordida de borracha, que trabalha com a inclinação natural do seu bebê para morder as coisas. Um anel de borracha macia fornece uma saída segura para esse desejo, e manter o anel na geladeira quando não estiver em uso também proporciona uma sensação de resfriamento.

O gel para dentição também pode ser aplicado nas gengivas, o que pode proporcionar conforto, e pode ser espalhado em uma chupeta, se o reflexo de morder significa aplicação direta nas gengivas, o que é arriscado para os pais!

Pós de dentição também estão disponíveis, que consistem em uma saqueta de cristais que você pode verter na boca do seu bebê, e parecem se mostrar mais eficazes do que géis com algumas crianças.

Finalmente, você pode pensar em recorrer a medicação para alívio da dor, se o problema é grave. Certifique-se de usar um medicamento especificamente formulado para bebês da idade do seu filho.

Siga a dosagem recomendada por um médico. Medicamentos que também induz sonolência, como preparações anti-febre, também pode ser muito útil – especialmente na hora de dormir.

Espero que seu próprio bebê não tenha muita dificuldade em desenvolver um sorriso saudável, mas se você está descobrindo que a dentição é um problema, então lembre-se de que isso não dura para sempre, e continue contando os dentes conforme eles chegam.

 

Higiene bucal para bebês?

Algumas mamães podem ficar meio assim, ao ouvirem que os seus bebês devem ter o hábito de fazer a higiene bucal.

Ocorre mamãe, que o seu filhote pode ter alguns probleminhas nos dentes se eles não forem cuidados desde cedo.

E não estranhe ao falarmos que um bebê pode ter cáries.

Falta de informação, entre outros fatores, são a resposta para estas perguntas.

Se a mamãe for disciplinada, e cuidadosa neste sentido, tenha certeza que seu filho terá um sorrisão prá lá de bonito.

Mas é importante ter os cuidados corretos.

A partir de que idade pode começar a escovar?

A higiene bucal pode começar antes mesmo de aparecer o primeiro dentinho.

Isso mesmo!

Muitos pediatras recomendam que a mamãe já insira esta nova rotina no seu bebê.

Com isso, quando ele estiver mais grandinho, não terá maiores problemas.

Assim, com uma fralda de pano umedecida ou gaze, passe bem devagar na gengiva do bebê.

Eu sei, dá uma dó danada, né?

Mas lembre-se, é para o bem do seu filhote.

Quando despontar o primeiro dentinho, ele já estará acostumado com as escovações.

E na fase que é mais recomendável iniciar as escovações, que é a partir dos 6 meses de vida, o bebê já estará acostumado.

Você não terá, assim, aquela dor de cabeça mandando escovar os dentes, quando estiver maiorzinho.

Por fim, na fase adulta, seu filho ou filha será uma pessoa de dentes bonitos.

Simples assim.

 

Afinal, quais são os cuidados que devo ter com o meu bebê?

Assim que o dentinho do seu filho apontar, alguns cuidados já devem ser tomados.

A mamãe deverá tomar os primeiros cuidados quando despontar o primeiro dentinho de leite.

Dilema para as mamãe é saber a melhor idade para começar a escovar os dentes do bebê e o que fazer quando surgirem outras duvidas relacionadas aos dentes do bebê.

Vida de mamãe não é fácil nos primeiros meses de vida do filho, pois ocorrem muitas mudanças significativas.

E agir no momento correto pode influenciar no desenvolvimento da criança, e se utilizar das práticas corretas significa trazer qualidade de vida para o filho o resto da vida.

Afinal, posso escovar os dentes do bebê?

Sim, mamãe, você não só pode como deve escovar os dentes do bebê.

Não só os adultos têm problemas com os dentes. Muitas crianças mesmo ainda na fase de bebê acabam tendo problemas como cáries, e outras questões atinentes aos dentes.

Mas não se assuste mamãe, estes casos são uma grande exceção, e depende de fatores genéticos e decorrentes da própria gravidez.

O certo é que é melhor prevenir do que remediar, não é mesmo?

E outro fator positivo ao introduzir a escovação de dentes, é que já estará preparando o filho para a rotina que o seguirá por toda vida.

Desta forma, a mamãe está inserindo uma rotina positiva para garantir que seu filho tenha dentes lindos e saudáveis, e isso começa com o hábito de escovar os dentes.

Qual a idade ideal para escovar os dentes do meu filho?

Os dentinhos da criança somente vêm entre o sexto e oitavo mês, mas isto não é regra, pois pode vir mais cedo.

E se vier mais tarde, não se preocupe mamãe.

O que importa é que a partir do momento em que o dentinho está exposto, a mamãe já pode iniciar os trabalhos.

 

Qual a escova ideal para o meu bebê?

dedeira escovar dente de bebê

Quando o dentinho desponta, a escova ideal é aquela com as cerdas mais macias, cabeça pequena e o punho grande.

Nesta fase muitas mães gostam de utilizar a famosa dedeira.

A partir do momento em que a criança completa 1 aninho, já pode utilizar uma escova padrão, de acordo com sua idade.

E se meu bebê não tem dente ainda, posso limpar a gengiva dele?

Uma prática bem comum e recomendada pelos pediatras é escovar os dentes do bebê, mesmo ele não tendo dentes ainda.

A higiene bucal nesta fase já prepara a criança para a rotina de escovar os dentes quando estiver maiorzinha.

Assim, recomenda-se que a mamãe pegue uma gaze ou fralda, molhe com água filtrada e passe na gengivinha do seu bebê.

 

Qual a quantidade ideal de creme dental?

Para bebês de até 1 aninho, o ideal é colocar uma gotinha de creme dental com flúor.

A partir de 1 ano já pode utilizar uma quantidade maior, mas sem excesso, e com um creme dental condizente com a idade do pequeno.

 

Fio dental

Posso utilizar Fio dental no meu bebê?

Os dentinhos do seu filho inicialmente ficam separadinhos, e somente com o tempo que vão ficando juntinhos.

Normalmente a partir de um ano, as mamães já podem começar a limpar os dentes dos seus filhos com fio dental.

Mas observem se eles estão devidamente juntinhos.

Recomenda-se levar a criança com um ano de idade ao dentista. Isso é para que ele verifique a real necessidade e possa explicar para a mamãe a melhor rotina para os dentes do filho.

Bebê pode usar fio dental?

Algumas mamães podem se assustar ao vir um questionamento se bebê pode usar fio dental.

Mas você sabia que se recomenda que ele já possa começar a escovar os dentinhos antes mesmo que eles cresçam?

Pera, eu explico.

Aqui o ato de escovar é mais uma forma de a criança já ir se habituando à escovação.

Mas e o fio dental?

Neste artigo nós explicamos tudinho.

 

E então, meu bebê pode usar fio dental?

A resposta é… não.

Não mamãe, por uma questão simples.

Os dentinhos do seu filhote enquanto bebê são separadinhos, o que não justifica o uso do fio dental.

Somente a partir dos 5 anos de idade, quando os dentes começam a ficar juntos que os papais e mamães pode começar a se preocupar com o uso do fio dental.

Mas e a escovação é importante?

Vamos ao próximo tópico.

 

A escovação é importante para os bebês?

Sim, é muito importante.

Tanto que, como falamos lá em cima, já é inserida na rotina da criança antes mesmo que ela não tenha dentes.

A escovação é um dos principais meios de prevenir e evitar que a criança tenha cáries.

Quando o bebê ainda não tem dentes, a mamãe pode simular a escovação com uma fralda de pano ou gaze molhada.

Isso serve para a criança começar a se habituar à rotina de escovar os dentes.

Já a partir dos 6 meses, ou quando os primeiros dentinhos começarem a aparecer, a mamãe já pode providenciar a escova e pasta de dente.

 

O que tenho que me preocupar com respeito à escovação de dentes do meu filho?

Inicialmente a mamãe deve se preocupar com a escova a ser utilizada pelo filho.

Nesta idade, por volta dos 6 meses de vida, não há ainda no mercado escovas de dentes.

Assim, a mamãe pode utilizar aquelas extra macia.

A pasta de dente com um pouco de flúor, deve ser na quantidade do tamanho de um arroz.

Quando a mamãe for passar no dente do filho, passar bem devagar para não gerar nenhum incômodo e não vir a machucar.

Depois de inserir o seu filho na rotina de escovações lá atrás, quando nem tinha dentes ainda, agora o trabalho está mais fácil, pois virou um hábito.

E o melhor, este hábito servirá para a vida inteira da criança.

 

Que tal evitar o açúcar?

Não basta apenas escovar os dentes, até os 2 anos de vida, recomenda-se que o seu filho não coma ou beba alimentos com doce.

Mamãe, evite ao máximo.

Leite, chocolate, sucos e, sobretudo, doces.

Além de ser prejudicial para os dentes, também não são nem um pouco bem vindos para a saúde do seu filho.

Afinal, ele ainda é um ser em formação, e o contato com alimentos mais pesados pode trazer uma série de consequências, tendo em vista que até então ele só tomava leite materno.

Ao inserir outros alimentos, se limite às papinhas.

E no que diz respeito ao doce, que tal experimentar as papinhas de frutas apenas?

Posso levar meu bebê ao odontopediatra?      

Ainda que pareça muito cedo mamãe, mas levar o seu bebê ao odontopediatra é muito importante para sua saúde bucal.

A partir dos 6 meses de vida, o bebê já está sujeito a algumas infecções e outros problemas no dente, principalmente a cárie.

Com isso, tomar os cuidados ainda cedo é crucial para garantir a saúde do seu filho.

Vamos ler mais um pouquinho a respeito?

Com qual idade posso levar o meu bebê ao odontopediatra?

Como os dentes do seu filhote nascem somente a partir dos 6 anos de vida, é recomendável que você o leve até o primeiro ano de vida ao odontopediatra.

Ainda que o seu bebê não apresente algum problema nos dentes, é importante que a mamãe ouça orientações de um profissional habilitado sobre a forma correta de conduzir a higiene bucal do seu filho.

Além de dicas de escovas, pastas de dente e outras informações necessárias.

 

Qual a idade ideal para começar a tratar dos dentes do bebê?

A partir do primeiro mês de vida a mamãe já pode começar a tratar dos dentes do bebê.

Mesmo sem os dentinhos, com uma fralda de pano ou gaze e água, a mamãe já pode começar a passar na gengiva da criança.

Com isso, já estará inserindo o bebê na rotina de escovação.

Recomenda-se passar bem devagar para não gerar nenhum desconforto ou alguma forma de dor.

Quando os primeiros dentinhos vierem, o que costuma ocorrer a partir dos 6 meses de vida, a mamãe já pode providenciar a escova de dentes.

Escolha o modelo de escova extra macia, para não machucar a boquinha do seu filho, bem como uma opte por pasta de dentes com flúor.

Aplicar a pasta no dente, em uma quantidade aproximadamente do tamanho de um grão de arroz.

A rotina deve levar em consideração uma escovação diária de 2 a 3 vezes ao dia.

 

Precauções com os dentes do bebê

Um dos maiores vilões dos dentes do seu filho é o açúcar.

Com isso, mamãe, pelo menos até os dois anos de vida, é importante evitar dar alimentos e líquidos que contenham doce.

Leite, que não o materno, suco, chocolate, refrigerante, doces.

Sim, muitas mamães dão estes alimentos para os seus filhos de forma indiscriminada.

É importante que aliado à escovação, a mamãe não deve fornecer este tipo de alimento para a criança.

Bebê pode ter cáries?

Uma dúvida muito comum entre mamães é saber se um bebê pode ter cáries.

A resposta é sim, é possível.

Ainda que pouco desconhecida pela maioria das pessoas, a cárie de mamadeira acomete cerca de 20% de crianças de até 3 anos de idade.

Com isso, muitos cuidados devem ser observados desde os primeiros meses de vida da criança.

E não precisa se preocupar mamãe.

Tomando os cuidados corretos, seu filho passará longe deste probleminha.

Me acompanhe neste artigo, e saiba tudo sobre o que fazer para que o seu filhote não tenha cárie.

 

Como evitar que meu filho tenha cárie?

Uma criança a partir dos 6 meses começa a passar por diversas mudanças em sua rotina.

Isso vai desde a alimentação, nascimento dos dentinhos, primeiras palavrinhas, entre outros.

Ainda que os dentes do bebê somente venham a crescer a partir dos 6 meses de vida, as mamães já podem começar a tomar os devidos cuidados com os dentes de seus pequenos.

Mesmo o bebê sem os primeiros dentinhos, a mamãe já pode começar a escovar a gengiva da criança.

Mas para que? Você pergunta. Afinal meu filho não dente nenhum dente.

Aqui mamãe, você já estará iniciando o hábito da escovação.

Mas ao invés de usar escovas de dente, você usará neste primeiro momento uma fraldinha de pano ou gaze, embebida de água.

E passará de forma leve nos dentinhos da criança.

Após nascerem os primeiros dentes, o que ocorre geralmente a partir dos 6 meses, a mamãe já pode introduzir uma escova.

Recomenda-se usar uma extra macia, para não causar nenhum desconforto na criança.

 

Qual o melhor horário para escovar os dentes do meu filho?

A criança a partir dos 6 meses de vida tem uma série de mudanças implantada em sua vida.

Se antes era apenas o conforto e a preocupação de dormir e mamar.

Agora começam a nascer os dentinhos, e a criança começa a experimentar outras formas de alimentos, sobretudo papinhas.

Além disso, muitas mamães abandonam o leite materno e dão outras formas de leite.

Sem contar em sucos, refrigerantes e outros líquidos os quais a criança está exposta.

Com isso, a exposição da criança ao açúcar passa a ser maior, e por sua vez o risco de adquirir as cáries.

Muitos profissionais recomendam que a escovação seja realizada à noite, de preferência após o mamar, pois é no horário noturno que pode haver maior incidência de nascimento de cáries nos dentes do bebê.

Eu sei mamãe que é muito mais cômodo dar o mamar ao filhote, e voltar a dormir, tamanho cansaço, mas o esforço é válido tendo em vista os riscos que podem acometer o seu filho.

Principalmente se ele estiver exposto a todos estes alimentos que nós citamos acima.

Bem mamãe, agora você já sabe que seu bebê pode ter cárie.

E os cuidados que devem ser tomados para que seu filho não venha a ter problema tão cedo nos dentinhos.

Evite dar alimentos que não sejam recomendados por profissionais da área, pois isso pode implicar em uma série de fatores prejudiciais para a saúde da criança.

 

E se meu filho tiver cárie?

A cárie nos dentes de bebês e crianças costuma aparecer como uma pequena mancha no dente.

A partir deste primeiro sinal, já é motivo para a mamãe levar seu filho ao odontopediatra.

Ali ela terá certeza se de fato é cárie, e o profissional a orientará sobre os cuidados necessários.

Leite materno dá carie?

NÃO!

Leite materno não dá carie no dente do seu bebê.

Veja mamãe que a partir dos 6 meses de vida, ocorre uma série de mudanças na vida do bebê.

Além de despontar o dentinho, é quando há alteração na rotina alimentar, com a inclusão de outros alimentos, como papinhas.

Estes alimentos são responsáveis pelos cuidados que você deve ter.

Outros alimentos que favorecem as cáries são os leites de origem animal, e suco.

Ao adicionar o açúcar nestes alimentos, já temos que ficar de olho.

 

Quais os riscos para o meu bebê?

É estranho falar de cárie para um bebê, não é mamãe?

Mas ela pode acontecer.

Nós estamos acostumados a pensar em higiene bucal apenas para adultos, mas a higiene bucal para o seu pequeno também é super importante.

E os cuidados devem ser maiores quando a criança apresenta o esmalte do dente mais fraco.

As cáries costumam se apresentar como pequenas manchas nos dentes.

E só para a mamãe ter uma ideia, dependendo dos casos, o dente tem que ser retirado, e pode ter que ser realizado até um canal.

Mas não façamos maiores alardes mamães.

Não é por que você viu algo no dentinho do seu filho que ele está com cárie.

Um profissional que deverá avaliar se o seu filho tem algo, e se há necessidade de fazer alguma espécie de tratamento.

São raros os casos de crianças que sejam expostas a este tipo de problema, mas não custa se prevenir, não é mesmo?

Espero que vocês tenham gostado deste artigo.

Deixe um comentário aqui embaixo falando o que achou, e compartilha com a gente se o seu filhote já escova os dentes.

Afinal, o que é e quais são os riscos da cárie de mamadeira?

Não é para fazer alarde mamães, mas a cárie de mamadeira é uma dentre tantas preocupações que você deverá ter com o seu pequeno.

Soa estranho falar em escovação de dentes, mas ela já é importante desde os primeiros meses de vida.

Então, fica com a gente mamãe, e vem aprender um pouquinho para que seu filho tenha o sorriso mais lindo.

 

 O que é cárie de mamadeira?

A cárie de mamadeira afeta os dentes de leite, e é uma das formas comuns de cárie em crianças de até 3 anos.

É causada em sua maioria pelo hábito de tomar mamadeira antes de dormir ou durante o próprio sono.

Também apresenta incidência nos casos de bebês que são expostos a líquidos com açúcar, como leite, suco de fruta, achocolatados e outros.

 

A partir de quando a cárie se demonstra um risco?

A criança a partir dos 6 meses de vida tem uma série de mudanças em sua rotina.

É a partir daí que normalmente começam a despontar os primeiros dentinhos.

Este período também marca as mudanças alimentares da criança, que até então somente se alimenta de leite materno.

Com isso, também são adicionadas as papinhas, sucos, e outras formas de alimento.

É aqui onde mora o perigo, e onde a mamãe deve começar a se preocupar.

 

Como a cárie de mamadeira se apresenta?

A cárie se apresenta em formato de pequenas manchas nos dentes.

Em uma evolução do problema, pode atingir mais dentes, e pode ocorrer a perda das coroas dos dentes incisivos superiores.

Mas ao observar qualquer apresentação de manchas nos dentes, as mamães devem levar seus filhos ao dentista, que é o profissional que irá melhor detectar o problema.

 

A importância da escovação dos dentes

Desde cedo a mamãe já deve colocar na rotina da criança a importância de escovar os dentes.

Mesmos nos casos de bebês, é importante que a mamãe já inicie a escovação.

A criança não tendo dentes ainda, a mamãe já pode iniciar a escovação com fraldinha de pano ou gaze com água filtrada.

Assim, após tomar o leite, a mamãe já pode passar o paninho na gengiva do bebê.

Eu sei que há um incômodo, a criança pode acordar, mas mamãe, é por um curto tempo.

Com isso, você estará habituando seu filho a escovar os dentes.

A partir do momento em que os dentes começarem a aparecer, a mamãe já pode começar a escovação com escova de dente apropriada para a idade do seu filho.

Como ainda não temos no mercado escovas específicas para bebês, recomenda-se o uso das extra-macias.

Com respeito ao volume de pasta de dente, o comum é colocar aproximadamente o tamanho de uma ervilha.

Mas aqui é importante que a mamãe observe a orientação do dentista de confiança.

Este profissional também será responsável por recomendar a utilização de algum produto, como flúor ou outro, a depender da necessidade de cada criança.

 

Como tratar as cáries do bebê?

Ainda que não seja um tema muito discutido entre as mamães, as cáries do bebê são um assunto que não pode passar despercebido.

O menor deslize pode comprometer os dentinhos do seu filhote.

Assim, é importante que a mamãe saiba o que fazer antes de aparecerem os primeiros dentinhos, e, sobretudo, quando eles começarem a crescer pela boca do seu pequeno.

Vamos aprender um pouquinho mais sobre o assunto?

 

Quando pode começar as cáries do bebê?

Tendo em vista que os dentes de um bebê só começam a crescer a partir dos 6 meses de vida, somente a partir deste período que a mamãe pode começar a se preocupar com o assunto.

A partir dos 6 meses também começa a introdução de outros alimentos na rotina da criança.

E é aqui onde mora o problema, pois o inimigo número 1 dos dentes, é o açúcar.

E é nesta fase que ele começa a aparecer na vida do bebê.

Recomenda-se que um bebê somente venha a ingerir leite materno até os 6 meses de vida.

A partir daí, o bebê pode começar a experimentar as papinhas, doces e salgadas.

Observa-se em muitos casos que algumas mamães introduzem na alimentação de seus filhos alimentos completamente incompatíveis com a idade.

E não raro você verá mamães dando chocolate, sucos, doces e até coca cola para o bebê.

Veja mamãe que uma simples transição na vida do bebê já traz uma série de mudanças.

E todos estes fatores podem ser extremamente prejudiciais para os dentes do seu filho.

 

E o que pode ser feito para o meu filho não ter cáries?

Ainda que os dentinhos somente comecem a nascer a partir dos 6 meses de vida, as precauções começam bem antes.

Isso mesmo.

Muitos profissionais recomendam que a mamãe inicie a escovação dos dentes da criança ainda quando ela não tenha dentes.

Mas como isso é feito?

A mamãe utilizará, ao invés de escova, uma fralda de pano ou uma gaze, molhados.

Passará de leve na gengiva do bebê.

Com isso mamãe, o seu filho já estará entrando em uma rotina de higiene bucal muito importante para sua vida.

Quando a escovinha vir, vaio ser só sucesso, pois não será um motivo para estranhar.

E o fato de escovar os dentinhos do seu filhote será, pelo contrário, um momento de muita diversão.

A escova da criança deve ser aquela extra macia, e a mamãe deve se preocupar com a pasta de dente, que deve ser aquela com flúor, e a quantidade não pode ser maior que um arroz.

Ainda que pareça óbvio, mas recomenda-se que o seu filho somente tenha contato com açúcar a partir dos 2 aninhos de vida.

Assim, até lá, evite ao máximo dar qualquer alimento que contenha doce.

Nas festinhas de criança ele nem vai notar os doces, e vai querer é brincar com os coleguinhas.

Se der fome, leve uma comidinha para ele preparada de acordo com sua alimentação.

 

 Considerações finais

Como você pode observar mamãe, é muito importante que você leve o seu filho ao odontopediatra até o primeiro ano de vida.

Somente um profissional habilitado poderá ver a situação do eu filho, e te dar as recomendações corretas.

Procure um profissional de confiança e garanta que seu filho tenha um belo sorriso pelo resto de sua vida.

Se a mamãe curtiu este texto, deixe um comentário aqui embaixo.

E que tal compartilhar as experiências do filhote com outras mães?

Fala aqui embaixo.