Bebê

A importância da alimentação saudável para bebês

Oferecer uma alimentação saudável para o seu bebê é essencial para que ele tenha um bom desenvolvimento.

As mamães devem observar as recomendações do pediatra e as orientações do Ministério da Saúde, pois é o futuro do seu pequeno que está em jogo.

Assim, recomendamos a leitura deste artigo até o final, pois ele está recheado de informações importantes para você mamãe, e seu pequeno filhote.

 

Afinal, quais os cuidados que devem ser observados para uma alimentação saudável para bebês?

Quando o assunto é alimentação saudável para bebês, muitas mamães já arregalam aquele olhão, pois sabem da importância do tema.

E nós entendemos a preocupação, afinal, esta fase da vida da criança é crucial e determinante para o resto de sua vida.

A alimentação, por sua vez, não poderia estar fora desta lista de prioridades.

 

A importância do leite materno

As mamães ouvem com frequência sobre a importância do leite materno para seus filhotes, mas vez ou outra descuidamos, não é mesmo?

Tenham em mente que alimentação saudável para bebê é sinônimo de aleitamento materno.

O Ministério da Saúde recomenda que o leite deve ser obrigatório até os 6 meses de vida da criança.

Não raro observamos mamães e papais antecipando as papinhas na alimentação do filho.

E pasmem, quando não nos deparamos com uma criaturinha deste tamanho tomando um litrão de coca cola.

Mamães, não façam isso!

O leite materno tem todos os nutrientes que a criança precisa.

Ele deve ser oferecido de forma exclusiva até os 6 meses de vida, e em companhia das papinhas até os 2 anos de idade.

 

Quando devo complementar a alimentação do meu filho com as papinhas?

As papinhas também são essenciais para garantir uma alimentação saudável para o seu bebê.

Pois são o complemento ideal para o seu crescimento e desenvolvimento.

E ainda que haja a complementação alimentar com as papinhas, a mamãe NÃO DEVE DEIXAR DE FORNECER O LEITE MATERNO.

Este deve ser oferecido até os 2 anos de vida, como vimos acima.

As papinhas devem incluir a alimentação do seu bebê a partir dos 6 meses.

Inicialmente os pediatras recomendam introduzir as papinhas doces.

Somente após algumas semanas você deve incluir as papinhas salgadas.

 

A vovó fala que é frescura, que no tempo dela…

É comum ouvir das vovós que toda essa preocupação é frescura, que os filhos dela estão todos criados.

E que nunca precisou disso.

Mas no tempo da Vovó a medicina não estava tão avançada para identificar de forma tão criteriosa os benefícios dos alimentos.

E como eles são importantes para cada fase da vida de uma criança.

Nós sabemos que dá trabalho danado mamãe, mas vale a pena, pois é o seu bebê.

E todo sacrifício por ele é válido, não é mesmo?

Os perigos de alimentação baseada em refrigerantes, guloseimas e outros.

E não podemos deixar de destacar que refrigerante, guloseimas, salgados são venenos para um bebê.

Se o são para adultos, que dirá para estas criaturinhas, não é mesmo?

Se você mamãe que condicionar o seu filho a uma alimentação saudável, você deve evitar a todo custo toda sorte de alimentos danosos.

Até os 6 meses é só o leite.

E após, complemente apenas com as papinhas.

Em alguns casos poderá haver uma complementação indicada pelo pediatra.

Mas em outros casos, evite.

Se for a uma festinha, happy Hour com a família, e aquele titio aponta o refrigerante, fuja!

Frituras, refrigerantes, café, balas, a lista é longa, fora outros alimentos com químicos.

Proporcione ao seu o filho o melhor que ele merece.

Se a mamãe gostou deste artigo, deixe-nos uma mensagem aqui embaixo.

E não deixe de compartilhar com a gente como está sendo a adaptação alimentar do seu pequeno.