Bebê

A importância das horas de sono do bebê recém-nascido

sono do bebê

As horas de sono do bebê recém-nascido tem uma grande importância para o seu desenvolvimento.

E é muito importante manter uma rotina de sono saudável para manter a qualidade de vida.

Entenda neste texto a importância das horas de sono para o seu filho.

 

Horas de sono do bebê recém-nascido e a rotina

Um bebê recém-nascido necessita de aproximadamente 18 horas de sono.

A mamãe pode assustar, mas observe que o seu filho durante o dia tem sonos curtos que podem variar de meia hora, a uma horinha.

Se ele acordar, provavelmente está com fome ou com a fralda suja. Fique atenta mamãe.

E um dos principais dilemas e dificuldade da mamãe é estabelecer uma rotina para o seu bebê.

Sobretudo no início.

Mas até o primeiro ano de vida é importante que a criança já esteja com uma rotina em seu sono, e dormindo no berço.

A própria mamãe em razão do cansaço terá pontos positivos com esta mudança, que é para o bem de ambos.

 

Dormir com o filho no colo ou na cama

Esse é outro dilema que pode afetar a qualidade do sono do filho.

Dormir com a mamãe na cama tem diversos pontos positivos, e até pode ser adotada com prática nos primeiros meses.

Mas com o tempo, se a mamãe quiser colocar o seu bebê no berço, e em outras ocasiões dormir com ele no colo, a própria criança não estabelecerá uma conexão de onde, de fato, é o seu cantinho de descanso.

E lógico, dificilmente irá querer sair do colinho da mamãe para o ambiente frio e solitário do berço.

Portanto, se a mamãe a partir de determinado momento viu a necessidade de seu filho passar a dormir no berço, é somente ali que deverá ser o cantinho do sono.

Nos primeiros dias vai ser um chororô, mamãe, mas é pelo bem do seu filho e seu.

Aqui vale uma exceção quando a criança estiver doente e mais sensível.

 

Quando é dia ou noite, faz diferença?

Para um bebê recém-nascido, não há a menor diferença entre a noite e o dia.

Contudo, é importante que desde o início a mamãe já demonstre a diferença para o pequeno.

E como faço isso?

Durante o dia a mamãe vai deixar a luz de o sol entrar e fazer barulho.

Já a noite, mantenha o silencio e tudo no escuro.

Evite maiores agitações durante a noite, e informe ao pequeno que aquele momento é o de recolhimento.

Simples, assim.

No futuro a mamãe vai agradecer quando for anoitecendo e o filhote não der um baile na mamãe, demorando a dormir.

 

Aproveite para descansar mamãe

E para a mamãe recarregar as energias, se puder, sempre que o pequeno for dormir, aproveite para tirar uns minutinhos de descanso.

São minutinhos valiosos.

E independente do tempo de descanso mamãe, 10 minutinhos ou meia hora, esta simples pausa dá uma revigorada bem grande nas energias.

E se a mamãe tiver algum compromisso, programe o celular e descanse.

Não deixe acumular o cansaço.

As mudanças no sono do bebê de 10 meses

Estar atento às mudanças no sono do seu bebê de 10 meses é muito importante, pois dormir corretamente influencia no seu desenvolvimento.

As mamães devem ficar alerta a estas fases de transição, pois uma noite mal dormida, além de afetar a saúde, proporciona stress e irritação para o seu bebê.

 

Quais os fatores que influenciam nas mudanças de sono de um bebê de 10 meses?

Diversos fatores podem ser importantes para mudanças no sono de um bebê de 10 meses.

E não raro a mamãe que antes estava acostumada com seu filho dormindo horas seguidas, é pega de surpresa quando o pequeno passa a acordar mais de uma vez durante noite.

Mas vamos compreender né mamãe?

São os dentinhos, a introdução da comida, e outras tantas mudanças acontecendo, e isso se reflete no sono do bebê.

 

A importância de se ter um ritual para dormir

As mudanças no sono do bebê de 10 meses podem propiciar uma mudança muito brusca na rotina, tanto da mãe quanto do filho.

Com isso, o bebê pode vir a dormir mais tarde do que o normal, e quem sofrem é a mamãe, que terá que acordar cedo no outro dia, ou ficar acordando de madrugada.

E sabe um tema muito importante e que a maioria das mamães simplesmente não dá tanta importância?

Os rituais para o bebê dormir.

Eles são importantes para a criança estabelecer uma rotina, saber a hora de dormir, e ter uma noite de sono de qualidade.

A mamãe pode, por exemplo, dar a comidinha, colocar no banho, dar de mamar e cantar uma musiquinha ou contar uma historinha, de modo que a criança pegue no sono.

É importante que a mamãe mantenha essa rotina de forma criteriosa.

Observando todos os horários para as mesmas rotinas.

Com isso, quando chegar neste momento mais tranquilo da noite, o bebê virá que é hora de desacelerar e entrar no embalo da voz da mamãe.

A energia será guardada para o outro dia.

 

Transição para o berço

Desde o nascimento do bebê que ele fica coladinho na mamãe, seja para mamar, dormir, contar historinha ou outro.

A partir do oitavo mês, a criança começa a demonstrar algumas mudanças, sobretudo na hora de dormir.

As mudanças demonstra um pouquinho mais de independência, tende a ir dormir sozinho no berço.

Ocorre que nos últimos meses, o filhote ou dormia no colo da mamãe e ela o colocava no berço, ou ele passava a noite com a mamãe na cama.

E não raro o papai tinha que ir para o colchão.

Tem determinado momento em que a mamãe terá que fazer este sacrifício.

E pode ser doloroso para a mamãe, afinal o pequeno irá esganiçar num choro intenso.

Mas em muitos casos o pequeno faz do peito da mãe uma chupeta, e fica ali no colinho até altas horas.

Desta forma, a mamãe não relaxa, e não terá uma noite tranquila.

Como fazer o bebê dormir no berço?

Fazer o bebê dormir no berço é um dos primeiros grandes desafios da mamãe.

Certo que a qualidade do sono do bebê tem uma grande influência para o seu desenvolvimento.

Mas a mamãe também pede um descanso, e nestas horas, com o bebê no berço, ela pode se dar ao luxo de alguns minutinhos desligada.

Que tal aprender algumas técnicas que o peque passe a dormir no berço?

Vamos?

É preciso paciência para fazer o bebê dormir no berço.

bebe dormindo no berço

Nos primeiros meses de vida é comum o bebê ficar grudadinho na mamãe.

E quando falo grudadinho, é grudadinho mesmo, né mamãe?

Afinal, durante o dia, ou enquanto mama ou na hora do soninho, a criança tem sempre a presença da mamãe ali.

A simples mudança para o berço é muito brusca, tendo em vista que esta rotina de conforte já tinha sido estabelecida.

Assim, o quanto antes a mamãe colocar seu filhote no berço, melhor para ambos.

Vamos a algumas dicas para que esta transição seja tranquila.

 

A importância da rotina do bebe.

Um dos pontos mais importantes quando falamos em fazer o bebê dormir no berço é impor ao pequenininho uma rotina desde cedo.

Assim, mamãe, se programe durante o dia para que tudo ocorra sempre nos mesmos horários, e sempre as mesmas atividades.

Principalmente no período noturno.

Assim, estabeleça o horário da jantinha, banho, o mamar e uma historinha ou musiquinha de ninar.

Com isso, assim que a mamãe for encaminhando o dia para os finalmente, a criança já terá noção que ali é o momento de se recolher para descansar.

Sim, sabemos que um dia ou outro você não poderá cumprir esta rotina à risca, seja pela festinha de um coleguinha, ou visita de familiares.

Mas sempre que puder cumpra.

Ensinar ao bebê o que é o dia e o que é noite

Bebês não têm noção das mudanças de horários, sobretudo se está de dia ou de noite.

Ele está preocupado é com o leitinho dele, se virá assim que abrir aquele berreiro.

Mas é importante desde cedo a mamãe sinalizar as mudanças de horário.

E como se faz isso?

De dia a mamãe deixará o filho exposto à claridade, ao barulho, que são recorrentes durante o dia.

Evite deixar as janelas fechadas e o bebê no escuro.

Já à noite, a mamãe deve demonstrar que o ambiente mudou, e deve dar prioridade ao silêncio.

Tudo que fizer, que seja de forma silenciosa e devagar.

Além de colocar um ambiente mais escuro.

Esta noção de mudanças de clima, associada à rotina, demonstrarão para a criança que dependendo do contexto, os atos mudam.

 

Deu  de mamar, volte para o berço

Quando o filho acorda de madrugada para mamar, muitas mães ou sentam em uma cadeira, ou deitam na cama para terem melhor conforto.

Contudo, é comum após dar o mamar pegar no sono ou dar preguiça e dormir ali mesmo com a criança.

Uma simples atitude dessas quebra a rotina que a mamãe está imponto.

Com isso, a criança irá voltar a querer ficar coladinho com a mamãe.

Portanto, fique atenta mamãe para a hora do mamar.

Como dormir com bebê recém-nascido?

Muitas mamães tem o hábito de dormir com bebê recém-nascido.

Isso ocorre por diversos fatores, ou pelo de a mãe se sentir mais à vontade, ou por uma questão de praticidade e logística ao dar o leite.

Independente de um ou outro, a mamãe tem que estar atenta a alguns cuidados que devem ser observados quando o filhote vai dormir na cama com os pais.

dormindo com bebe recém nascido

Quais os benefícios de dormir com bebê recém-nascido?

Inúmeros são os fatores que beneficiam não só os filhos, mas os pais, quando estes dormem com seu bebê recém-nascido.

E segundo a Academia norte-americana de Pediatria (AAP), se o bebê dorme com os pais, ajuda a prevenir a chamada Síndrome de Morte Súbita Infantil.

Diante disso, destacamos os seguintes benefícios para pais e filhos.

Para os pais, podemos destacar os seguintes:

  • Auxilia no repouso da mamãe que não precisa ficar levantando para dar de mamar ou olhar a criança
  • A mamãe pode monitorar o filhote de pertinho
  • Estreita os laços entre pais e filhos, estabelecendo vínculos emocionais
  • Reduz o choro da criança e o stress criado com estas práticas noturnas

Já os benefícios para a criança são inúmeros e grandiosos:

  • Segundo pesquisas, bebês que dormem com os pais tendem a ser mais seguras e independentes
  • O contado da mamãe com seu bebê libera ocitocina, ou hormônio do amor, o que causa sensação de bem estar
  • Evita o chamado reflexo de moro, que pode ocasionar o despertar repentino da criança e choro
  • Segundo pesquisas, os batimentos cardíacos e o ritmo respiratório da mamãe influenciam os sistemas biológicos do bebê, diminuído uma série de riscos como falhas respiratórias e morte súbita

 

Quais os principais cuidados que devo ter ao dormir com meu bebê?

Quando for dormir com seu bebê, você deve se ater a inúmeros detalhes que a princípio, bobos, podem garantir uma boa noite de sono, e é claro, a segurança do seu filho.

Dentre as principais recomendações, destacamos as seguintes:

  • Evite deixar o bebê sozinho na cama
  • O bebê deve dormir com a barriguinha para cima
  • Não deixe animais terem contato com o colchão onde a criança vai dormir
  • Evite que crianças maiores venham a dormir com o bebê
  • Evite travesseiros e almofadas grandes
  • Verifique se não agasalhou a criança em excesso

 

Em quais casos o bebê não pode dormir com os pais?

Muitos pediatras destacam que deve se evitar que o bebê durma com os pais, caso estes sejam fumantes, obesos ou façam uso de medicamentos ou substâncias químicas.

Ocorre que todos estes fatores provocam um sono mais profundo, o que seria um grande risco para o bebê.

 

Mau hábito para o bebê

Outro detalhe que deve ser observado pela mamãe, é que muitas crianças que dormem com os pais apresentam uma dificuldade de interromper as mamadas noturnas.

E em muitos casos, por estarem próximos da mamãe, sentem o cheiro do leite, e acaba acordando mais vezes a noite para mamar, o que pode se tornar um péssimo hábito para a mamãe e para seu filho.

Aqui, vale a recomendação de a mamãe prestar atenção no filho, e verificar se ele está começando a adotar este hábito.

 

Bebê com nariz entupido e roncando

Bebê com nariz entupido e roncando é sinônimo de tempo seco e mamãe com aquela carinha de cansada, não é mesmo?

E basta chegarem os meses do ano mais frios para as mamães já ficarem preocupadas.

Isso gera um incômodo para o bebê na hora do sono ou da amamentação.

Mamãe, fique tranquila.

Neste texto nós te ajudamos a cuidar do seu bebê.

Vamos?

bebe dormindo roncando

O que se fazer quando meu bebê está com o nariz entupido e roncando?

Bebê com nariz entupido e roncando é uma triste imagem para os pais, principalmente para aqueles de primeira viagem.

Você vê seu pequenininho com dificuldade de respirar e bate aquela angústia, não é mesmo?

Daí encarar o médico e toda aquela rotina tão comum à vida dos pais.

E ouvir aquelas palavrinhas mágicas: Descongestionamento nasal ou lavagem nasal.

Nada mais é que do a limpeza das vias respiratórias.

Os médicos recomendam utilizar um spray nasal, que se encontra nas farmácias com diversos nomes e marcas.

 

Como utilizar o spray nasal?

Para as mamães que não sabem utilizar o spray nasal, é muito simples.

Basta colocar a ponta do spray na entrada do nariz e dar um jato em cada narina.

Com isso, haverá a desobstrução das vias respiratórias, e o seu bebê poderá respirar com maior tranquilidade.

 

Meu Bebê pode utilizar aspirador nasal, a famosa bombinha de sugar?

Muitos pais acabam ficando diante de um dilema quando se deparam com profissionais pediatras diversos.

Alguns recomendam o uso do aspirador nasal, já outros não estimulam tanto o uso.

Além da importância do spray no bebê com nariz entupido e roncando, em muitas ocasiões os pais tem que fazer uso também das bombinhas.

Ainda que tenha relativo alerta, o aspirador nasal é um produto registrado pela Anvisa, o que certifica seu uso na maioria dos bebês.

Contudo, o que deve se observar é o uso moderado, justamente para não piorar o quadro da criança e até machucar o nariz.

Os pediatras recomendam que seu uso não seja superior a 3 vezes ao dia.

E tenha cuidado ao inserir na narina do seu filho, para não penetrar muito fundo.

Para um bom uso:

Pressione a bomba do aspirador.

Coloque de forma suave na narina, e solte também de forma suave.

O procedimento deve ser realizado nas duas narinas da criança.

 

A importância do uso do Nebulizador

Em tempo seco e umidade baixa os postos de saúde são tomados de crianças.

Nestes ambientes é comum ver todo mundo com uma máscara no rosto tomando o famoso nebulizador.

O uso de nebulizador para bebê com nariz entupido se demonstra muito eficaz.

E as mamães podem adquirir um nebulizador para deixar em casa sempre que tiver algum probleminha com seu pequeno.

Diante disso, se a criança apresenta os primeiros quadros de congestionamento do nariz, ou início de gripe, já diminui que o quadro se agrave, e já proporciona maior qualidade de sono neste primeiro momento.

Quando você for adquirir o seu nebulizador, é importante verificar se ele possui máscara flexível, para não machucar o rostinho do seu filho.

Verifique também se tem mangueira, para facilitar na hora do uso.

E verifique, por fim, se o nebulizador ou inalador é o silencioso, pois este se demonstra o mais recomendado para bebês, o que facilita que seja realizado o procedimento até quando a criança dorme.

Outra Dúvida importante é: Meu bebê deve dormir em quarto separado?

Berço em quarto separado é bom ou ruim?

Onde você mora provavelmente ditará se um berçário de bebês é a norma; e seu orçamento e moradia irão influenciar se você é capaz de seguir essa norma ou tradição e fornecer seu novo bebê com seu próprio berçário separado.

Um berçário, ou quarto separado para um recém-nascido, não é a prática usual em muitos países. Na Inglaterra, por exemplo, onde um bebê, ao ser levado para casa do hospital, vai para um quarto ou berçário separado. Uma criança, que nasce nas Filipinas, onde a tradição é que os bebês durmam com os pais.

Pode ser uma escolha difícil para novos pais: colocamos nosso novo bebê em sua própria sala de berçário, ou a colocamos em nosso quarto em um berço ou mesmo em nossa cama? Há opiniões muito conflitantes sobre essa escolha.

Eu estava muito firme em minha mente que uma sala separada é melhor a longo prazo e, portanto, é melhor no começo. Um bebê e depois um filho crescerão de acordo com o que estão acostumados e com o que vêm ver e sentir como norma. As coisas mais importantes para um bebê são:

 

  1. Eles são bem alimentados.

 

  1. Eles são mantidos limpos.

 

  1. Eles são confortáveis.

 

  1. Eles se sentem seguros sabendo que os pais, especialmente a mãe, estarão lá quando ela acordar.

 

  1. Eles são amados.

 

Todas essas coisas são facilmente realizáveis ​​em um berçário separado do quarto dos pais.

Vantagens de um berçário separado

berçario de bebê

Um berçário separado traz uma série de vantagens importantes para o bebê e os pais. Esses incluem:

 

  1. O bebê vai dormir sem ser incomodado pelos pais indo e vindo. À medida que envelhecem, isso será particularmente importante à noite.

 

  1. Os pais terão sua própria privacidade e tempo para si mesmos. Isso será cada vez mais apreciado à medida que as semanas, meses e anos passam.

 

Você Vai Gostar também:

 

  1. Os pais também dormirão melhor, especialmente se comparados àqueles que têm um bebê em sua própria cama.

 

  1. É mais provável que o bebê se transforme em uma criança forte e independente, com muita confiança. Desde que estejam felizes e seguros, eles não ficarão preocupados em dormir sozinhos, pois é isso que eles esperam. Eles sabem que quando acordam, a mãe e o pai estão à mão.

Desvantagens de um berçário separado

bebê no berço

 

Não consigo pensar em uma desvantagem genuína de um berçário separado, supondo que a sala esteja ao alcance da voz. Um bebê ao nascer pode chorar bastante alto, e por que isso aconteceria se o estado natural é sempre para a mãe estar ao seu lado?

Um bebê chora para que a mãe possa ouvir à distância. Se essa distância for outro quarto próximo, então tudo bem. O bebê não se preocupará se chorar e você aparecer por uma porta e não ao lado dela.

Na primeira vez, os pais se preocuparão se não conseguirem ouvir o bebê se estiverem dormindo e ela estiver em uma sala separada. Não há motivo para se preocupar; a mãe especialmente será sintonizada no choro do bebê e estará subconscientemente alerta ao som mais leve.

“Minha esposa estava preocupada com isso quando Júlia nasceu, então, para sua segurança, deixamos a porta do quarto aberta e a porta da sala de Júlia também. Ela logo percebeu que não havia risco de não ouvir o bebê, então a primeira porta de Júlia e depois a nossa porta foram depois fechadas durante a noite.”

Lembre-se sempre de que os bebês choram para serem ouvidos; portanto, a menos que você tenha duas dificuldades muito grandes, há poucas chances de você não ouvir o bebê quando estiver com fome, precisar trocar as fraudas ou tiver algum outro problema.

Se este artigo lhe foi útil, deixe uma mensagem aqui embaixo.

Compartilhe conosco alguma experiência que tenha vivido com o seu bebê.